Notícias Saúde

  • A chegada da primavera exige cuidado maior com a prevenção ao mosquito da dengue

    A chegada da primavera é caracterizada pelo aumento das temperaturas e chuvas recorrentes. O cenário é propício para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças, como dengue, zika e chikungunya. Por isso, quem pretende manter vasinhos de plantas em casa para aproveitar a estação das flores, precisa redobrar os cuidados. Além de encher os pratinhos com areia até a borda, a limpeza criteriosa do quintal é essencial. Uma ou duas vezes por semana, jogue fora a água acumulada e lave bem os recipientes com água e sabão. Os ovos do Aedes podem sobreviver até 450 dias, por isso, a limpeza é essencial para garantir a eliminação de todos. “Prevenir a proliferação do mosquito e se proteger das doenças por ele transmitidas é função de todos. Os agentes de endemias estão diariamente nas ruas, mas a gente precisa que a população faça sua parte dentro de casa. Só conseguiremos vencer o mosquito trabalhando juntos”, explicou o coordenador de endemias, Márcio Ribeiro Como se prevenir: – Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado; – Tirar água dos pratos de plantas; – Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo; – Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água; – Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas; – Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

    Leia mais...
  • Itapetinga realizará mais de 2000 mamografias para rastreamento de câncer de mama

    Itapetinga recebe, desde o dia 08, uma ação de rastreamento do câncer de mama. Uma unidade móvel realizará, até o próximo sábado, 2.100 exames de mamografia bilateral para mulheres com idade entre 50 e 69 anos. https://www.youtube.com/embed/ZJXsgTLaHZE A mamografia bilateral tem a finalidade de rastrear o câncer de mama entre mulheres assintomáticas, sem diagnóstico prévio de câncer de mama e com mamas sem alterações, conforme os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Os exames serão realizados até o dia 24 de setembro e fazem parte do programa Saúde Sem Fronteiras Itinerante – Rastreamento do Câncer de Mama. As mulheres dentro dessa faixa etária devem procurar o posto de saúde Guilherme Dias para se submeter ao exame. A unidade móvel é equipada com mamógrafos de última geração, que detectam o câncer precocemente. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o programa Saúde sem Fronteiras tem como diferencial o acompanhamento das mulheres com mamografias inconclusivas, com a oferta de exames complementares para o diagnóstico e o encaminhamento ao tratamento, visando a integralidade do atendimento. Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres (excluindo os casos de pele não melanoma), sendo responsável por 25% do total de casos de câncer no mundo. A OMS estima que, no mundo, ocorram cerca de 1.050.000 casos de câncer de mama por ano. Ele representa a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. Previnam-se!

    Leia mais...
  • Campanha de vacinação contra poliomielite e de multivacinação vai até 30 de setembro

    O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação de 2022 até o dia 30 de setembro. A ampliação do prazo tem o objetivo de aumentar as coberturas vacinais e a adesão da população a vacinação. Em Itapetinga, pouco mais de 30% das crianças que deveriam ser vacinadas, foram levadas às unidades de saúde para imunização. A meta da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é vacinar no município 4237 crianças na faixa etária de um a quatro anos, mas apenas 1452 crianças foram vacinadas até esta segunda-feira, 12, o que representa pouco mais de 34% da expectativa. A meta preconizada pelo Ministério da Saúde é atingir, no mínimo, 95% das crianças na faixa etária. Alcançar a meta é necessário para que a doença não volte a se manifestar em grandes proporções pelo país. O último caso de infecção pelo vírus da pólio em solo brasileiro foi notificado em 1989. Em 1994, o Brasil recebeu a certificação internacional que considerou a doença oficialmente erradicada no país. Desde então, o Governo Federal vem promovendo campanhas anuais de vacinação para manter esse status. No entanto, as baixas coberturas registradas nas campanhas dos últimos anos vêm colocando em risco essa situação. Hoje, a Organização Mundial da Saúde coloca o Brasil como um país de alto risco de reintrodução da doença, por conta justamente dessas baixas coberturas, que vêm diminuindo consideravelmente desde 2018. Com a pandemia, isso se intensificou. Então, temos a preocupação no sentido de evitar que a doença possa retorna. “Os pais ou responsáveis devem procurar a unidade de saúde mais próxima de suas residências para que a criança possa tomar a vacina e atualizar o cartão da criança ou do adolescente”, explicou Fabrine Sodré, diretora de Vigilância à Saúde. Fabrine alerta sobre a importância da imunização historicamente. “A gente sabe que inúmeras doenças foram erradicadas por causa da vacinação. Já está mais do que comprovado que vacinas salvam vidas e não há forma melhor de proteger quem a gente ama do que garantindo sua imunização. A gente tem feito buscas ativas desses faltosos, indo nas escolas, mas a gente precisa do apoio dos pais e responsáveis para garantir a saúde das nossas crianças’’, completou a diretora.

    Leia mais...
  • Prefeitura realiza vacinação extramuros em escolas municipais

    A prefeitura de Itapetinga está realizando, entre os dias 23 de agosto e 25 de outubro, a vacinação extramuros. As equipes saíram das unidades de saúde para levar a imunização mais próximo da população. https://www.youtube.com/embed/wrf9OmWT1qA Pensando na atualização da caderneta vacinal de crianças e adolescentes, a secretaria de saúde iniciou um calendário nas escolas municipais, onde concentram-se maior parte do público alvo. Desde 2015, o país vem registrando uma redução nos índices de cobertura vacinal. Com a pandemia, essa diminuição acentuou-se, o que fez com que doenças já erradicadas, como o sarampo, voltassem a atingir brasileiros. “Ao levarmos a vacina para as escolas, a gente oferece uma oportunidade de que a imunização alcance aquele percentual de crianças cujos pais talvez não estejam alertas à necessidade da vacinação, não estejam cientes da sua importância ou não tenham tido a chance de levar os seus filhos aos postos de saúde”, afirmou Fabrine Sodré, diretora de vigilância à saúde. A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual. Ao se vacinar, você está ajudando toda a comunidade a diminuir os casos de doença, erradicando-as.

    Leia mais...
  • Prefeitura realiza ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti

    A prefeitura de Itapetinga tem intensificado as ações de combate ao Aedes Aegypti. Nesta sexta-feira, 12, os agentes de combate às endemias e vigilância epidemiológica realizaram um Dia D contra o mosquito, com o objetivo de reduzir a proliferação do Aedes Aegypti. Sabendo que pneus são alguns dos lugares mais propícios para o acúmulo de água e depósito de ovos do mosquito, a equipe recolheu, em pontos estratégicos, mais de 400 pneus velhos. “Nosso objetivo é rastrear focos, reduzi-los e orientar a população sobre a importância de evitar criadouros do Aedes Aegypti para a prevenção de doenças como zika, dengue e chicungunya”, explicou Márcio Ribeiro, coordenador de endemias.   É importante que toda a comunidade tenha uma rotina de cuidados para combater o Aedes aegypti. Atos simples como limpar o quintal de casa podem evitar a proliferação do mosquito e manter a população protegida. Além disso, medidas essenciais, como evitar água parada em pequenos objetos, pneus, garrafas e vasos de planta; manter a caixa d’água fechada e realizar limpezas periódicas; vedar poços e cisternas; e descartar o lixo de forma adequada fazem a diferença no combate ao mosquito.  São atitudes simples, realizadas pela população, em conjunto com as ações de gestores municipais e do Estado, que tornam o combate mais efetivo contra o mosquito e às doenças por ele causado, como a zika, chikungunya e dengue. 

    Leia mais...
  • Itapetinga dá início à campanha de vacinação antirrábica

    A Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos começou, em Itapetinga, nesta segunda-feira, 08. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, na unidade de saúde Guilherme Dias, das 8h às 13h. A estimava é que cerca de 8.000 animais sejam imunizados na campanha. A vacina antirrábica é obrigatória para cães e gatos. Cachorros devem receber a primeira dose aos 6 meses de idade, ou de acordo com a recomendação do médico veterinário responsável. Geralmente, é ministrada uma semana após a primeira dose da óctupla e o reforço deve ocorrer anualmente. Em gatos, a administração deve ser feita uma semana após a terceira dose da vacina quíntupla e o reforço também deve ser anualmente. A raiava é uma infecção viral aguda que pode acometer animais e seres humanos, através de uma mordida causada por animais infectados. O vírus que provoca a doença ataca o sistema nervosos central do hospedeiro, causando inflamação no cérebro e que evolui de forma bem rápida. A vacina antirrábica é ainda a única forma de prevenir a doença, letal em quase 100% dos casos, e manter os pets saudáveis. A prefeitura de Itapetinga também tem levado a campanha de vacinação antirrábica para a zona rural. Quase 300 animais deverão ser imunizados nesta área. Para proteger seu animal, é preciso receber bem a equipe de vigilância nas propriedades. Acompanhe o calendário de visitas à zona rural para vacinação dos pets. 10/08: Inácio Fernandes Paquetá e Santa Julia (estrada de Caatiba) 11/08: Pilãozinho e Limoeira (estrada de Caatiba) 15/08: Fazenda de Dona Naná 17/08: Estrada de Macarani (lado direito) 18/08: Balsa de Hermógenes (lado direito) 22/08: Balsa de Hermógenes (lado esquerdo) 24/08: Pompílio Espinheira (até Duas Barras e cachoeira Piabanha)             Tom Tom (dois lados) 25/08: Cavalo Preto 29/08: Mediação até estrada de Pau Brasil 31/08: Estrada de Adiel até estrada de Potiraguá             Estrada de Bandeira 01/09: Palmares 05/09: Bandeira

    Leia mais...
  • Começou a Campanha Nacional contra Poliomielite e de Multivacinação

    Começou nesta segunda-feira, 08, a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e de Multivacinação para Crianças e Adolescentes. 18 vacinas serão disponibilizadas com o objetivo de recuperar a cobertura vacinal de crianças e adolescentes que deixaram de tomar os imunizantes previstos no calendário nacional. A dose contra a poliomielite será aplicada em crianças de 1 a 4 anos. Os demais imunizantes ficam disponíveis para complementar o esquema vacinal do público de zero a 14 anos. Para crianças estarão disponíveis os imunizantes: Hepatite A e B; Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente; VIP (Vacina Inativada Poliomielite); VRH (Vacina Rotavírus Humano); Meningocócica C (conjugada); VOP (Vacina Oral Poliomielite); Febre amarela; Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba); Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela); DTP (tríplice bacteriana); Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano). Para adolescentes: HPV; dT (dupla adulto); Febre amarela; Tríplice viral; Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). De acordo com o Ministério da Saúde, crianças com mais de três anos, as vacinas de covid-19 podem ser administradas de forma simultânea ou com qualquer intervalo com os demais imunizantes do calendário vacinal. As unidades de saúde estão abertas para a vacinação de segunda a sexta-feira, das 8h às 11:30h e das 13h às 17h. A Secretaria Municipal de Saúde recomenda que pais e responsáveis levem a caderneta de vacinação do paciente ou outro comprovante para verificação das doses.

    Leia mais...
  • Itapetinga não registra casos ativos de Covid-19

    Itapetinga volta a zerar o número de casos ativos de covid-19. De acordo com o boletim emitido pela secretaria de saúde nesta segunda-feira, o município não registra nenhum caso ativo ou suspeito de pacientes infectados com coronavírus. “Isso comprova que o aumento registrado no início de julho foi mais uma sazonalidade típica de doenças respiratórias. O inverno, propicia a proliferação desses vírus e, consequentemente, o número de doentes”, explicou Fabrine Sodré, diretora de vigilância à saúde. “A gente já vinha notando uma redução na procura das nossas unidades de saúde por pacientes com sintomas respiratórios. Por conta disso, voltamos a concentrar a testagem na UPA. Agora, conseguimos mais uma vez zerar o número de casos ativos. Isso nos dá maior segurança, mas seguimos alerta e pedindo à população que se vacine”, continuou a diretora. Itapetinga já oferta a quarta dose da vacina contra covid-19 para pacientes com mais de 18 anos que tenham tomado a terceira há mais de quatro meses. O município também está imunizando crianças a partir de 3 anos de acordo com o cronograma abaixo: 1ª dose para crianças de 3 a 5 anos – Coronavac1ª e 2ª dose para crianças de 5 a 11 anos – Pfizer1ª e 2ª dose para crianças de 6 a 11 anos – CoronavacVacinem-se. A prevenção depende de todos.

    Leia mais...
  • Vigilância Sanitária segue garantindo saúde à população

    Embora muitas vezes não destacado, a o trabalho da vigilância sanitária é, certamente, o que mais se faz presente no dia a dia da população, protegendo a saúde e evitando o adoecimento. A VISA está na segurança dos alimentos que consome e dos produtos de higiene que utiliza. Está nas boas condições sanitárias de uma unidade de saúde, das escolas, dos salões de beleza. Está nos medicamentos, nos cosméticos… está na garantia da saúde. Em Itapetinga, a equipe da vigilância desempenha ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos de adoecimento. De acordo com a coordenadora de vigilância sanitário do município, “o dia nacional da VISA coincide com a data do nascimento de Oswaldo Cruz, o maior nome da história da vigilância sanitária no Brasil. A data deve ser lembrada como forma de promover conscientização da população sobre o trabalho desenvolvido pelos servidores do setor e a importância das suas ações”. Neste 05 de agosto, a prefeitura municipal parabeniza os profissionais, certa da importância do trabalho de cada um para a construção de uma sociedade mais saudável.

    Leia mais...
  • Prefeitura realiza ações para marcar a campanha Julho Amarelo

    Julho é o mês de prevenção e combate às hepatites virais. E para conscientizar sobre a importância da testagem rápida, vacinação e tratamento das variações dessa doença, a prefeitura de Itapetinga realizou, durante todo o mês, a campanha Julho Amarelo. Nos CRAS as equipes de vigilância à saúde realizaram palestras e testagem rápida para Hepatites virais B e C. Os grupos de convivência e fortalecimento de vínculos dos idosos do Américo Nogueira, da Vila Riachão, Nova Itapetinga e Vila Isabel participaram de ações educativas que tinham o objetivo de conscientizar sobre o diagnóstico precoce e as formas de evitar a doença. As hepatites virais podem ser causadas por cinco tipos de vírus – A, B, C, D e E – que infectam as células do fígado, causando sua inflamação. Quando não descoberta precocemente, podem levar à cirrose (doença crônica do fígado), ao câncer e até à morte. Atualmente o SUS disponibiliza vacinas para hepatites A e B, que garantem a proteção das pessoas contra essas infecções. A vacina da Hepatite A está disponível no SUS para crianças de 15 meses a 5 anos incompletos. Já a vacina da hepatite B pode ser tomada por todas as pessoas até 49 anos.

    Leia mais...

FIQUE ATUALIZADO