Notícias Saúde

  • Itapetinga inicia vacinação de crianças contra Covid-19

    Itapetinga deu início à vacinação de crianças de 05 a 11 anos. Com a chegada de 430 doses pediátricas da vacina da Pfizer, o município iniciou a imunização nos maiores postos de saúde da cidade. Buscando humanizar o atendimento e tranquilizar a criançada, alguns PSFs fizeram decoração temática, lançaram mão de fantasias e músicas infantis e apostaram em cuidado e carinho na hora de garantir a segurança dos pequenos. Com a proximidade do reinício das aulas, a imunização das crianças faz-se ainda mais urgente. Além de protege-las, a vacina reduz a possibilidade de que elas sejam fontes de transmissão. Um estudo americano revelou que a transmissão do novo coronavírus por pessoas vacinadas acontece por menos tempo do que por quem ainda não foi imunizado. “Tudo que a gente quer é que nossas crianças possam brincar e crescer com segurança. A vacina não apenas protege a pessoa contra formas graves da doença como ainda reduz a transmissão e, portanto, a circulação do vírus entre as pessoas. E só reduzindo a circulação do vírus nós poderemos dizer que, enfim, vencemos a pandemia”, afirmou o secretário de saúde, Hugo Sousa.

    Leia mais...
  • Prefeitura de Itapetinga reativará o gripário

    Em decorrência do aumento do número de casos de gripe, a prefeitura de Itapetinga reabrirá o Gripário nesta segunda-feira, 10. No posto de saúde Guilherme Dias, a estrutura funcionará de segunda a sexta, pela manhã e à tarde com o intuito de atender e medicar pacientes com sintomas gripais leves, no início da doença. O gripário trará mais eficiência e agilidade no atendimento, além de desafogar a Unidade de Pronto Atendimento, cada vez mais sobrecarregada. “A gente está buscando se organizar para atender a população da forma mais eficiente possível. A UPA tem recebido muitos casos de síndromes gripais e, para agravar o caso, muitos dos nossos profissionais também estão afastados por conta da gripe, o que tem dificultado a manutenção do atendimento. O gripário retorna agora para dividir as demandas, reduzir tempo de espera para consultas e oferecer maior assistência aos pacientes”, explicou o secretário de saúde, Hugo Sousa, ao recomendar que as pessoas continuem seguido as medidas de segurança que impedem a transmissão do vírus, como o distanciamento e uso de máscaras.

    Leia mais...
  • Prefeitura segue o combate ao mosquito Aedes Aegypti

    A chegada do verão e as fortes chuvas que nos atingiram aumentaram a preocupação com doenças como dengue, zika e chikungunya. A estação mais quente do ano também é conhecida pela intensa propagação de vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. Em Itapetinga, o combate ao mosquito é feito através da ação dos agentes de combate a endemias da Secretaria de Saúde. Ele fazem visita aos bairros e distrito, orientando os moradores quanto a formas de prevenção ao mosquito. A equipe do fumacê portátil (UBV), composta já está realizando, também, a borrifação do inseticida em diversos bairros da cidade principalmente naqueles atingidos pelas enchentes ocorridas no final do ano. “A população tem cobrado de nós o carro fumacê. No entanto, o equipamento tem uso restrito pelos órgãos de controle de saúde e só pode ser utilizado em caso de surtos ou epidemias, o que, neste momento, não acontece em Itapetinga”, afirmou Márcio Ribeiro, Coordenador de Vigilância Epidemiológica municipal. De acordo com o coordenador, o procedimento correto vem sendo adotado pelo município, que é o uso da máquina UBV portátil na aplicação intradomiciliar. “Os agentes devem direcionar o fluxo do inseticida para o interior dos imóveis através de portas e janelas, não sendo necessário entrar no imóvel. Apenas devemos entrar nas casas com varandas externas ou quintais”, continuo Márcio. O departamento de vigilância epidemiológica ainda afirma que a eficácia deste procedimento é contestada, uma vez que só atinge o mosquito adulto, não combatendo ovos e lavas. Além disso, o inseticida é prejudicial à saúde, principalmente, de crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas e pode provocar a morte de outros animais. “É importante salientar que o inseticida é pulverizado com óleo, para possibilitar a fixação. O uso do fumacê é uma forma apenas emergencial e complementar às demais técnicas de enfrentamento ao mosquito. Por isso, a indicação tem normas muito bem definidas pela SESAB e que são seguidas pela Secretaria de Saúde de Itapetinga”, deixou claro o coordenador. Nenhuma ação, no entanto, é verdadeiramente efetiva sem o apoio de toda a população, colocando em prática a limpeza de quintais; mantendo caixas d’água e tanques bem tampados; evitando jogar lixo em terrenos baldios; não deixando água acumular sobre lajes e calhas entupidas; evitando guardar pneus velhos, garrafas e qualquer recipiente que possa acumular água parada. O combate ao aedes aegypti depende da ação de todos.

    Leia mais...
  • Prefeitura de Itapetinga intensifica trabalho de combate ao Aedes Aegypti

    Com as temperaturas elevadas e a volta do período chuvoso, o risco de proliferação do Aedes Aegypti é maior, o que aumenta o número de contaminação de dengue. Além do risco de acúmulo de água – ambiente ideal para que o mosquito deposite seus ovos – as chuvas fazem com que os ovos que não eclodiram durante a seca, sejam hidratados e ecloda. “Sabemos que o Aeges é um dos reservatórios do vírus da dengue e com mais mosquitos, consequentemente vai aumentar a contaminação da doença. Então é necessário cuidar para não deixar sacos plásticos, tampas ou garrafas que podem acumular água e virar criadouros”, explicou o coordenador de endemias, Márcio Ribeiro. Para conter novos possíveis casos, a Secretaria de Saúde, através do departamento de endemias, promove ações educativas e de conscientização para a população. Além disso, o setor vem intensificando o trabalho de vigilância no combate ao criadouro do mosquito. As equipes iniciaram, na última semana, o trabalho do fumacê em várias localidades do nosso município. “Os agentes estão nas ruas, mas a população também precisa ajudar. A administração pública municipal tem feito a sua parte, limpando a cidade de forma que é preciso. O morador precisa continuar contribuindo nesse momento difícil de pandemia do Coronavírus e aproveitando, quando está em casa, para fazer a limpeza nos quintais, evitando água parada”, alertou Daniel Sampaio supervisor geral de campo. De acordo com o coordenador, foram identificados mosquitos da dengue em alguns bairros. As equipes fazem vistorias em locais como ferros-velhos, quintais ou onde há acúmulo de lixo. A situação em Itapetinga está sendo controlada, mas é preciso estar atento e mantendo a vigilância 24 horas para que novos casos não sejam registrados na cidade.

    Leia mais...
  • Itapetinga recebe mais assistência em saúde

    Nesta sexta-feira, 10, a prefeitura de Itapetinga deu seguimento à agenda de entregas de equipamentos públicos que compuseram a programação de aniversário da cidade. Logo pela manhã, Itapetinga recebeu o novo Centro de Testagem e Aconselhamento. Em nova sede, mais ampla, com mais acessibilidade e conforto, o CTA oferecerá a toda a microrregião, um serviço específico para pessoas que tenham algum tipo de infecção sexualmente transmissível. Palestras, atividades educativas internas e extra muro, distribuição de preservativos e outra série de ações buscam, além de acolher, informar a população sobre formas de transmissão e prevenção desses tipos de doenças. Durante a entrega, o prefeito Rodrigo Hagge afirmou que, “quando se fala em doenças sexualmente transmissíveis, o serviço precisa ser ainda mais especializado e humanizado. É preciso vencer o preconceito, quebrar tabus e, acima de tudo, é preciso acolher. Além do tratamento medicamentoso, é preciso diálogo, informação e conscientização”. Após a inauguração da nova sede do CTA, foi a vez de dar início às atividades do novo Centro de Assistência Psicossocial. A unidade do CAPS III agora vai oferecer atendimentos individuais, visitas domiciliares, oficinas e grupos terapêuticos, bem como a entrega de medicamentos. Além disso, o serviço possui oito leitos para acolher pessoas que, por conta de sua situação de saúde, precisem de observação, tanto no período diurno quanto noturno. No total, a Secretaria Municipal da Saúde disponibilizará, no equipamento, cerca de 25 profissionais entre médicos generalistas, psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, técnicos de enfermagem, terapeutas ocupacionais, musicoterapeuta, educadores físicos e farmacêuticos. Ao visitar as novas dependências, o prefeito Rodrigo Hagge elogiou o trabalho da equipe. “Digo como cidadão que nós temos orgulho do trabalho que vocês fazem para a nossa região.  Este também é um equipamento que só Itapetinga possui no interior da Bahia. A gente fica emocionado quando vê o detalhe e o carinho empenhado numa obra dessas. É perceptível que foi feito com muito amor. Essa é nossa marca. São as pequenas obras que impactam na vida das pessoas que a gente fica mais feliz em entregar. Parabéns”, concluiu Rodrigo.

    Leia mais...
  • Itapetinga inaugura segunda residência terapêutica

    Na manhã desta sexta-feira, 03, a prefeitura de Itapetinga iniciou oficialmente as atividades da sua segunda residência terapêutica. As residências terapêuticas são espaços destinados a pessoas com transtornos psiquiátricos com quadro clínico estável, mas que por algum motivo, necessitam de supervisão das atividades diárias ou cuidados com a manutenção do tratamento. As Residências Terapêuticas foram instituídas em fevereiro de 2000. Esses dispositivos são importantes ferramentas na luta antimanicomial e no processo de desinstitucionalização e reinserção social dos egressos dos hospitais psiquiátricos. Nesta semana, os 08 pacientes, vindos do hospital psiquiátrico Juliano Moreira, em Salvador, conheceram sua nova casa. Ao acompanhar o grupo e conhecer a residência, Renata Passos, representante da Comissão Estadual de Desinstitucionalização, falou da sua surpresa e encantamento com o cuidado com a saúde mental no município. “Uma casa dessas é o que eles merecem. Aqui eles estão próximos à comunidade. A gente vai poder devolver a eles uma vida digna, uma vida justa”, disse. Ao visitar a residência e conversar com os moradores, o prefeito Rodrigo Hagge disse estar emocionado por poder proporcionar uma vida melhor para eles, fora de hospitais psiquiátricos. “Eu estou muito feliz em conhecer vocês. A maior marca da nossa gestão sempre foi cuidar de gente e quando a gente vê que com o nosso trabalho consegue mudar a vida de alguém, a gente fica muito feliz e mais motivado a seguir trabalhando. Quando a gente vê a satisfação nos olhos dos usuários dos serviços públicos, a gente entende que está no caminho certo”, disse o prefeito ao destacar a grande rede de saúde mental que está montada em Itapetinga. Uma rede completa de saúde mental A coordenadora de saúde mental, Jádira Gomes, afirmou que Itapetinga, hoje, possui uma rede completa para cuidar, de forma humanizada e especializada, da saúde mental. Formada por CAPS 2 – em breve CAPS 3, CAPS AD e duas residências terapêuticas, Itapetinga tem se destacado quando o assunto é atendimento a pacientes psiquiátricos. O município foi o primeiro do interior da Bahia a receber uma unidade de CAPS 2 e agora é o primeiro a montar duas residências terapêuticas.

    Leia mais...
  • Prefeitura intensifica campanha de vacinação

    A prefeitura de Itapetinga vem elaborando estratégias voltadas à celeridade da campanha de vacinação contra o COVID-19. O município está executando o processo de imunização para 1ª, 2ª e 3ª dose. Para acelerar a imunização da população, a secretaria de saúde tem montado um posto de vacinação itinerante nos bairros da cidade. Nesta semana, 1.277 pessoas foram vacinadas nos postos instalado na Vulcabrás/Azaleia e nos bairros Américo Nogueira, Bem Querer Vila Isabel e na Alameda Rui Barbosa. “A gente tem acompanhado as notícias de uma nova onda de pandemia na Europa. Aqui no Brasil, aconteceu uma liberação quase total das medidas de biossegurança, o que pode facilitar a transmissão do vírus, inclusive das suas novas variantes. Para evitar que essa nova onda nos atinja e que voltemos às restrições por conta de aumento no número de casos, a gente precisa acelerar a imunização da população”, disse o secretário de Saúde, Hugo Sousa. De acordo com o vacinômetro emitido pela Secretaria de Saúde do município, Itapetinga já imunizou quase 70% do público alvo da campanha, composto por 62.923 pessoas com mais de 12 anos. “Já avançamos muito, mas precisamos ir além. Já não tem faltado doses de vacina e o município tem buscado todas as formas de facilitar a imunização da sua população, mas é preciso que todos busquem uma unidade de saúde ou um dos nossos postos itinerantes e se previnam para que, só assim, a gente possa, de fato, por fim à pandemia“, concluiu o secretário.

    Leia mais...
  • Vacinação itinerante já imunizou mais de 1500 pessoas

    A prefeitura de Itapetinga vem buscando formas de agilizar a vacinação, otimizando assim a imunização da população para tentar, enfim, vencer a pandemia. Para isso, tem organizado mutirões em pontos estratégicos a fim de alcançar o público que, por algum motivo, não havia procurado os postos de saúde e conscientizar, de forma efetiva, sobre a necessidade de que todos se vacinem. Após montar um posto itinerante na Alameda Rui Barbosa, a secretaria de saúde montou, nesta semana, um calendário que atendeu os funcionários da Vulcabrás/Azaléia e os moradores o bairro Hilda Gama, Quintas do Sul e Residencial Moacir Moura. Na sexta, a equipe ainda vai à Associação Nossa Senhora das Dores, na Nova Itapetinga. Até agora, foram mais de 1500 vacinados nos postos itinerantes. “Com uma maior oferta de vacinas, a gente precisava organizar maneiras de chegar até àqueles pacientes que ainda não haviam nos procurado nos postos, já que o fim da pandemia depende da imunização de todos. Mesmo mais próximos da população e com horários específicos, continuamos percebendo uma baixa procura. No entanto, a secretaria vai continuar buscando alternativas para que consigamos encerrar o ano mais tranquilos, com mais segurança e com menores números de casos de covid-19”, disse o secretário, Hugo Sousa.

    Leia mais...
  • Após campanha Outubro Rosa, prefeitura segue com trabalho de conscientização e prevenção

    Ao chegar ao mês de novembro, a prefeitura de Itapetinga segue empenhada no trabalho de conscientização sobre prevenção e saúde. Assim como acontece com a campanha Outubro Rosa, a campanha do Novembro Azul tem sido uma importante ferramenta na conscientização contra outra doença altamente perigosa, o câncer de próstata. Em outubro, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, reconhecendo a importância do trabalho intersetorial, estabeleceu uma parceria com os PSF das áreas de abrangência dos territórios dos CRAS para unir forças na conscientização da importância da prevenção do câncer de mama. As mulheres acompanhadas pelos CRAS através do Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família – PAIF puderam participar de uma palestra educativa através nos postos da Vila Riachão, Vila Isabel e Américo Nogueira. A ação se estendeu, ainda, para o povoado de Palmares, levando informação e conscientização. O movimento de conscientização continua nos postos de saúde e, de forma integrada, em cada setor da gestão municipal. Previna-se!

    Leia mais...
  • Secretaria de Saúde busca estratégias para garantir maior eficiência no atendimento

    A Secretaria de Saúde criou uma nova estratégia de atendimento para otimizar o serviço de marcação de exames. A partir desta quarta-feira, 03, todos os dias, dois funcionários estarão à disposição da população, desde a meia noite para orientação e triagem dos pacientes. O objetivo é acolher de forma mais humanizada, evitar que pessoas que não receberão atendimento fiquem na fila em vão e oferecer informações sobre documentação necessária e procedimento correto. “No primeiro dia que fizemos a nova experiência, mais de 50 pessoas voltaram para as suas casas por falta de algum tipo de documentação ou porque não poderiam agendar seus exames naquele dia. No começo da manhã, quando o CDM abriu, a fila estava muito menor do que costumávamos ver no primeiro dia de cada mês”, afirmou o secretário Hugo Sousa ao avaliar como positiva a ação. De acordo com o secretário, a informatização das unidades de saúde já começou e, em breve, poderemos reduzir ainda mais as filas através da marcação eletrônica. “É comum o aumento da procura por marcação no começo do mês, quando abrimos a agenda, e a gente sabe que filas são problemas em todo o país. Mas nós estamos trabalhando para reduzir a espera, oferecer um serviço mais eficiente e eficaz e acolher os nossos pacientes da melhor forma possível”, concluiu Hugo.

    Leia mais...

FIQUE ATUALIZADO