Sobre Itapetinga

Lagoa noturno


Localizada a 576km de Salvador, Itapetinga possui população de cerca de 80 mil habitantes e uma história peculiar. O município, que se tornou conhecido pela força da sua pecuária, cresceu e modernizou-se ao longo das últimas décadas, tendo hoje um comércio forte e uma industrialização em franco desenvolvimento.

Aos 68 anos, a cidade já tem muita história para contar, mas ainda tem um longo caminho de desenvolvimento para trilhar. Seu povo quer caminhar para frente, mas sem esquecer sua história, seus pioneiros e suas tradições.

Itapetinga pertence à Mesorregião do Centro Sul Baiano e é cidade polo da microrregião do Médio Sudoeste. Com uma área de 1.627,462 km²  e população de 77.533 habitantes, é a 26ª  cidade mais populosa da Bahia.

Em 2018, o PIB de Itapetinga era de R$ 1.077.098,00 e o PIB per capita de R$ 14 271,87.  O município é um dos mais urbanizados da Bahia, 97% da população vive na área urbana e apenas 3% na área rural.

O município tem como marca a pecuária: possui quase 100 mil cabeças de bovinos e produz 160 000 litros de leite de vaca. Mas sua economia também é movimentada por frigoríficos, indústria de calçados, gráficas – entre elas uma das maiores do Norte/nordeste do país, indústria de transformação de plásticos, comércio, além dos serviços, que têm 56,36% de participação na economia.

Era meados de 1920 quando a pequena Marieta Carvalho ouviu o pai chegar em casa e dizer à mãe que iria fundar um arraial em sua fazenda para facilitar o deslocamento dos fazendeiros em busca dos gêneros de primeira necessidade: “O povoado vai se chamar Itatinga e seu padroeiro será São José”, disse, convicto, Augusto Andrade de Carvalho. Dona Doralina, sua esposa, fez pouco caso daquele plano e voltou a seus afazeres.

Pouco tempo depois, no entanto, a improvável quimera de Augusto de Carvalho parecia começar a tomar forma de realidade. Ele juntou a mulher e seus sete filhos, saiu de Cachimbo, onde viviam, e mudou-se para uma casinha de taipa construída na Fazenda Astrolina. Juntou pedreiro de Itabuna, marceneiro de Vitória da Conquista e, aos poucos, ergueu uma das primeiras casas da Vila de Itatinga.

Pôs fogo na mata que escondia a atual Praça Augusto de Carvalho. Preservaram-se, apenas, as bonitas pedras brancas que deram origem ao nome do lugarejo. Ali, as casas começavam a ser edificadas e a Vila de Itatinga inicialmente chamada de “Comercinho de Augusto”, ganhava forma.

Assim, nas primeiras décadas do século XX, Itapetinga começava a se formar. A topografia acidentada, o solo fértil, o capim colonião e as vastas águas do Rio Catolé atraíram aqueles que por aqui passavam. Homens vindos dos mais diversos pontos chegaram à cidade, encantaram-se com a beleza natural, acreditaram na sua potencialidade e trouxeram uma imensa disposição de trabalho. Assim, foram construindo o município. E porque o fizeram com trabalho pessoal sentiram-se como parte dele. Daí o impulso que davam às suas iniciativas em favor do progresso. Essa ligação do homem criador com a cidade criada tornou Itapetinga uma cidade única.

Era 12 de dezembro quando a Vila de Itatinga emancipou-se e tornou-se o município de Itapetinga.

O município possui empresa de torrefação de café, três laticínios (02 de médio e um de grande porte), empresas na produção de sacolas e outros materiais plásticos, indústria de calçados de segurança, três empresas de fabricação de calçados e dois frigoríficos. O comércio é diversificado, com lojas de empresários locais e grandes redes nacionais, revendedoras de automóveis e oficinas especializadas. Possui ainda quatros casas lotéricas, agência dos correios.

O Município possui seis agências bancárias, sendo Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Nordeste e SICOOB, além de diversos correspondentes bancários.

O sistema de segurança pública é composto pela 8ª Companhia Independente de Policia Militar da Bahia, Coordenação Regional da Policia Civil, Guarda Municipal e Coordenadoria Municipal de Trânsito.

Na área de saúde, o município possui cobertura do Programa de Saúde da Família em todas as áreas da sede e dos distritos, diversas clínicas particulares, Hospital, com UTI, Policlínica Municipal, Centro de Atenção Psicossocial – CAPS I e II, Unidade de Pronto Atendimento – UPA, Centro Especializado em Odontologia – CEO, Serviços do SAMU 192, Unidade de Coleta e Transfusão de sangue (Hemoba), Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Clínica de Tratamento de Hemodiálise.

[gallery size="medium" ids="10221,10227,9850,9877,8626"]

A estrutura de ensino de Itapetinga é composta por 48 escolas municipais, 04 estaduais e 17 particulares, além do Instituto Federal, Universidade Estadual e Faculdades na modalidade EAD. O município tem cobertura educacional da creche à universidade e conta ainda com uma unidade da APAE – Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais que faz um trabalho de educação, reabilitação e inclusão social.

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia oferece, além dos cursos de graduação, especialização nas áreas de meio ambiente e educação, mestrado em meio ambiente, zootecnia e engenharia de alimentos e doutorado em zootécnica e engenharia de alimentos.

No Instituto Federal, além dos cursos de nível técnico, há cursos de especialização e novos cursos de graduação como Letras e Tecnologia da Informação e Educação Física.

[gallery ids="10051,10317"]

Existem no município diversas praças que compõem a estrutura de lazer, além do Parque da Matinha, referência regional, Parque Poliesportivo da Lagoa, considerado um dos mais bonitos cartões postais da cidade, A Igrejinha de Pedra no Recanto Indiano e clubes com estrutura de salão de festas, piscina, campos de futebol e quadras poliesportivas.

[gallery ids="10686,10684,10676,10687,10808,10810"]

Exposição Agropecuária: Foi em torno de uma grande festa da agropecuária que a Vila de Itatinga foi se formando. Foi das mãos dos pioneiros que o Parque Juvino Oliveira foi erguido. Foi através das nossas exposições que Itapetinga foi projetada para todo o país. Já são 49 edições da nossa mais tradicional festa. Há 23 anos Itapetinga figura no calendário Nacional de Exposições reunindo os melhores exemplares de animais, muito conhecimento, grandes negócios e, principalmente, muita alegria.

São João: Na maioria das cidades nordestinas, as festas juninas constituem-se como a sua principal tradição. Em um município do interior, formado por vaqueiros, que tem como título “Capital da Pecuária“ e a vida no campo como um dos seus principais hobbies, isso não poderia ser diferente. É em torno da fogueira que os itapetinguenses se encontram. O forró é o seu ritmo. O colorido dos balões e bandeirolas lhe dão o tom. O São João é a sua festa.

Aniversário da Cidade: No dia 12 de Dezembro, Itapetinga celebra a data da sua emancipação política, quando deixou de ser distrito da vizinha cidade de Itambé para tornar-se município independente.

Jesus Vida Verão: O tradicional evento evangelístico é promovido em Itapetinga com apoio das igrejas evangélicas, prefeitura municipal e o comércio. São dois dias de festa e louvor com as apresentações de bandas locais e atrações nacionais. O evento reúne pessoas de toda região.

Festejos de São José: São José é um dos santos mais venerados pela Igreja Católica em todo o mundo. O Padroeiro do município é celebrado com festa, louvor, procissão e muita fé.

Marcha para Jesus: A Igreja reunida percorre as ruas de Itapetinga declarando que a cidade pertence a Jesus. Durante todo percurso, muito louvor, adoração e oração.

A cidade de Itapetinga possui uma localização estratégica em relação ao Estado, pois está localizada entre Vitória da Conquista e Ilhéus, com fácil acesso as rodovias BR 101 e BR 116, porto e aeroporto de Ilhéus, aeroporto de Vitória da Conquista e distante da Capital Salvador aproximadamente 580km, próximo ao Estado de Minas Gerais, ficando cerca de 90 km da divisa.

O município possui empresa de ônibus que faz o serviço de transporte urbano municipal, além de táxis em diversos pontos da cidade. O transporte intermunicipal e interestadual é realizado por diversas empresas que atuam diariamente na rodoviária local. A cidade também possui um aeroporto com condições de receber aviões em pouso diurno.

O município dispõe de uma área de 125 mil m², para implantação de empresas que pleiteiam se instalar na cidade, localizado na Av Julio José Rodrigues, com fácil acesso a BA 263.

FIQUE ATUALIZADO