Meio Ambiente

Parque da Matinha: espaço de conservação ambiental, cultura e arte

Dando continuidade às ações de revitalização do Parque da Matinha, a Prefeitura Municipal recebeu nesta semana o artista plástico Lans Chose que veio ampliar os murais grafitados oferecendo mais cor e arte aos recintos, muros e espaços de circulação do parque.

Além da finalidade estética, os murais ajudam a compor o Enriquecimento Ambiental dos recintos, reproduzindo o habitat das espécies, ajudando a reduzir o estresse animal.

Para o Secretário de Meio Ambiente: “A gestão tem trabalhado com muito cuidado e zelo, implementando mudanças significativas no Parque da Matinha. Muito além de um Zoológico para visitação, queremos que o Parque seja um espaço para múltiplas ações, um lugar que reúna parte das nossas potencialidades. As esculturas de São Félix (completamente restauradas) e, agora, os grafites de Lans, compõem uma exposição de arte em meio à natureza, belezas que se completam, compondo um espaço de encantamento”, disse Fábio Viana.

“A Matinha é um dos nossos principais cartões postais. Um atrativo para visitantes dos mais diversos locais. Assim, desde o início da nossa gestão, a ideia era fazer desse espaço um ambiente capaz de mostrar parte dos nossos encantos. Transformamos o parque em um lugar capaz de acolher os animais da melhor forma possível, adaptando os seus recintos e rotinas para deixá-los mais próximos do que encontrariam em vida livre, promovemos mais conservação ambiental e reunimos arte e lazer de forma integrada em um ambiente capaz de encher os olhos de qualquer um”, garantiu o prefeito Rodrigo Hagge.