Início >   Notícias >   Meio Ambiente

Parque da Matinha busca oferecer maior conforto térmico a animais durante onda de calor


Uma onda de calor tem atingido todo o país. As altas temperaturas e a forte radiação causam danos à saúde e vêm preocupando a todos. A situação se agrava ainda mais para animais sob cuidados humanos que não podem buscar de forma natural o conforto térmico, através de rios e cachoeiras ou atingindo maiores altitudes.

Por isso, a equipe técnica do Parque da Matinha busca formas para amenizar o calor e oferecer maior bem-estar a seu plantel. Os recintos estão recebendo novas coberturas verdes, para promover maior espaço de sombras e abrigos arejados, que permitam a circulação do vento. Aspersores são ligados nos picos de calor e banhos de mangueira amenizam os efeitos das altas temperaturas. Além disso, uma alimentação especial, com frutas ricas em água, como melancia, coco e melão, além de picolé de frutas, carne e fígado têm sido oferecido para promover maior conforto.

De acordo com a biólogo Marcelle Amorim, os animais dão sinais de incômodo com o calor. As aves, por exemplo, mantêm o bico mais aberto, alguns animais diminuem a alimentação e aumentam a ingestão de água. Esses são sinais de alerta para a necessidade de maior atenção em relação ao conforto térmico deles. “Assim também como a gente consegue notar uma maior tranquilidade em seu comportamento quando são utilizadas algumas estratégias que amenizam o calor e reduzem a temperatura corporal deles”, explicou.

“Desde sua reabertura, a gente tem implantado no parque da Matinha um novo perfil de zoológico, que muito além de expor os animais, se preocupa com a preservação e conservação ambiental. A gente só consegue atingir esses objetivos, promovendo bem-estar animal. O enriquecimento ambiental e até alimentar tem sido preocupação constante da nossa equipe técnica e o resultado pode ser observado diariamente no comportamento do nosso plantel, na reprodução em cativeiro e em todos os nossos estudos diários da saúde dos animais”, confirmou o secretário Fábio Viana.

FIQUE ATUALIZADO