Saúde

Nota de esclarecimento

Na última semana, circulou pelas redes sociais áudios de uma pessoa que afirmava haver venda de vacinas por funcionários de um Posto de Saúde do município. A Secretaria de Saúde de Itapetinga vem a público repudiar atos de calúnia irresponsáveis e sem nenhum fundamento.

É preciso que a população entenda que há um rigoroso controle de toda a campanha de vacinação. Para receber um novo lote de vacinas, por exemplo, o município precisa ter aplicado, no mínimo, 85% das doses recebidas anteriormente. Para que haja essa conferência, todos os vacinados são registrados por nome e CPF em uma lista enviada diariamente à Sesab, que faz o controle do percentual de doses utilizadas de acordo com a quantidade entregue no último lote. Se houvesse algum tipo de desvio, Itapetinga estaria em déficit na vacinação, o que não ocorre.

O município vem cumprindo com as metas propostas durante todo este período de campanha de vacinação. Itapetinga, ao contrário do que se alega, já recebeu, por exemplo, doses a mais por manter um percentual de vacinação acima de 98%.

O Secretário Municipal de Saúde, Hugo Sousa, já denunciou a autora da acusação junto à Polícia Civil e ela irá responder processo por calúnia e difamação.

As redes sociais são uma importante ferramenta, mas precisam ser utilizadas de forma responsável. Fake News é crime e os seus autores precisam ser punidos.