Desenvolvimento Social

Ministério do Desenvolvimento reconhece boa utilização dos recursos federais em Itapetinga

Na manhã desta sexta-feira, 07, a Secretaria de Desenvolvimento Social se reuniu no auditório da Coopardo para apresentar o relatório de gestão de 2019 e do Programa Vida Saudável.

Ao abrir a reunião, a secretária Virgínia Brito afirmou que o objetivo principal era esclarecer o funcionamento de cada um dos dez equipamentos do Desenvolvimento Social no último ano, demonstrar os seus avanços e os planos para “um 2020 de ainda mais trabalho”.

“Nosso trabalho é de acolhimento e aperfeiçoamento do Sistema Único de Assistência Social. Trabalhando em rede com a saúde e a educação, o Desenvolvimento Social vem cumprindo o seu papel, firmando sua presença junto aos munícipes, levando política pública para quem realmente dela precise”, afirmou Virgínia.

Durante a apresentação do relatório dos mais diversos setores, a secretária mostrou que, conforme o relatório do Ministério do Desenvolvimento Social, “a relação entre recursos recebidos pelo município e o saldo em conta corrente mostra que o município está executando bem os recursos transferidos através do IGD-M”, demonstrou.

Com uma gestão eficiente, a Secretaria de Desenvolvimento Social vem conseguindo manter atualizado o cadastro único, o que viabiliza um maior atendimento à população. Só em relação ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, o número de atendimentos saltou de cerca de 12.000, em 2018, para 21.000 em 2019. Segundo Virgínia Brito, isso deve-se, principalmente ao trabalho de conscientização feito desde o início. “A população está começando a entender a função do CRAS e a procurá-lo. Aumentamos o número de atendimento a mulheres, idosos e adolescente. Isso significa que o serviço público está chegando a mais gente”, falou ela.