Eventos

Itapetinga completará 67 anos e a população ganhará uma programação especial – confira

Essa semana Itapetinga completará 67 anos de emancipação. No dia 12 de dezembro a cidade celebra a criação do município que se deu pela lei 508, do ano de 1952, quando o território foi desmenbrado de Itambé.

Para marcar essa data tão importante para os itapetinguenses, a Prefeitura preparou uma série de realizações, inclusive entrega de obras, para a população. Segundo o Prefeito Rodrigo Hagge, o aniversário é da cidade, mas quem ganha presente é o povo. “Fizemos obras durante todo o ano e agora, no aniversário da cidade, queremos entregar mais outras, em prol do bem-estar de todos os moradores”.

As comemorações começarão em clima de oração com a celebração de uma Missa, na igreja Nossa Senhora das Graças, às 8 horas. Em seguida, às 10h, será entregue para a população a reforma do Centro Educacional José Marcos. Dando continuidade às festividades, às 11h será inaugurado o CRAS do bairro Nova Itpaetinga e às 12h, entrega do posto de atendimento do SAAE, na Vila Isabel.

No fim da tarde o dia festivo encerrará com a Marcha para Jesus, às 16h, com partida da praça da Bíblia.

Na sexta-feira, 13, ainda terão mais entregas para a população em comemoração ao aniversário da cidade. Desta vez, a concentração será na escola Rosalina Vésper, totalmente reformada, às 12 horas. Onde também será a apresentação da praça Izaú Gonçalves, completamente revitalizada e a entrega de uma nova ambulância para a Saúde do município.

No fim de semana, uma programação esportiva marcará os 67 anos de Itapetinga. Nos dias 14 e 15, acontecerá o Campeonato Baiano de Downhill (de bike); e o Itapetinga Open Futevôlei. Ainda será realizada, também, uma vaquejada, no Parque 12 de dezembro, nos dias 13, 14 e 15.

Hino de Itapetinga

Um pouco da história de Itapetinga

A região onde hoje se situa a cidade de Itapetinga começou a ser conhecida a partir de 1912 quando Bernardino Francisco de Souza, tentando encontrar a estrada pedestre entre Vitória da Conquista e Ilhéus, fixaram-se às margens do rio Catolé, dedicando-se a atividades agrícolas.

Seguindo o seu progresso, Itatinga cresceu, e no dia 30 de março de 1938 teve a sua sede elevada à categoria de Vila, permanecendo integrada ao município de Vitória da Conquista. Porém, no mesmo ano, em 30 de novembro, a Vila de Itatinga foi desmembrada do município de Vitória da Conquista e é anexada ao de Itambé.

A mudança no nome de Itatinga para Itapetinga ocorreu no ano de 1944, com o Decreto-Lei Estadual n° 12.978, no qual o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, determinou que nenhum município do estado poderia ter nome semelhante a outro. Como os municípios mais antigos tinham preferência em manter os seus nomes, foi adicionada a sílaba “pe” ao nome de Itatinga, formando, então, o novo nome da vila: Itapetinga.

O crescimento foi rápido, tanto sob o aspecto humano quanto econômico, e, através da Lei 508, de 12 de dezembro de 1952, foi criado o município de Itapetinga, sendo o seu território desmembrado do município de Itambé.

Atualmente, Itapetinga é um importante centro econômico e social do sudoeste baiano. Conta com um crescente parque industrial e uma economia que tende a se diversificar para abandonar a pecuária como única atividade. No campo educacional, Itapetinga se destaca com um dos mais promissores campi avançados da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support