Cultura, Turismo, Esporte e Lazer

Final de Torneio Virtual de Embaixadinhas promove a prática esportiva e revela talentos

No último sábado, no estádio Primaverão, aconteceu a final do Torneio Virtual de Embaixadinhas. Divididos em quatro categorias (masculino: de 08 a 10 anos e de 11 a 13 anos; feminino: de 08 a 13 anos e de 14 anos acima), os jovens enviaram vídeos via WhatsApp fazendo o maior número de embaixadinhas sem interrupção. A equipe contabilizou cada toque e, a cada etapa, selecionou os maiores pontuadores até que apenas quatro de cada categoria fossem escolhidos para a grande final que aconteceu de forma presencial, no estádio.

Segundo o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, a iniciativa ocorreu da necessidade de fomentar o esporte em meio à pandemia. “Procuramos algo que abrangesse o maior número de crianças e jovens. Em nossa cidade, sem dúvida, o futebol ocupa maior espaço entre os desportos”, afirmou Jailson Santana ao garantir que a equipe já tem planos para campeonatos com outras modalidades.

Para Esdras Correia, diretor de esportes, o evento teve um resultado muito positivo. “Eles aprendem a lei da convivência. Eles interagem com outras crianças. Como se trata de uma competição, para eles é um estímulo, porque toda criança que treina, gosta de competir. Tenho certeza que para eles também foi extremamente importante essa vivência”, disse.

O evento foi, sem dúvida, um sucesso, tanto como incentivo à prática esportiva e todos os benefícios que ela pode trazer em relação à criação de hábitos saudáveis e inserção social, quanto ao desempenho dos jovens no campo. 3131 embaixadinhas foi o que conseguiu marcar o grande campeão do torneio.

“Fazer embaixadinha parece uma brincadeira fácil, mas não é. É o controle motor da bola, a percepção, a força do bater na bola, tempo, reação… e isso para o desporto, em geral, faz com que o jogador tenha mobilidade, melhor condicionamento da bola, o controle da bola e também a lateralidade que ele precisa durante o dia a dia”, disse o secretário, Jailson Santana.

“O resultado é de muita alegria, de participação, de comprometimento com esses meninos e de motivação. É o nosso papel, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, dar esse apoio, fomentar o esporte e, por que não, transformar a vida desses meninos e meninas”, concluiu Jailson.

Conheça os campeões e a quantidade de embaixadinhas:

Feminino 08 a 13 anos:

1°) Suzana Souza Santos (Meninas da Vila) – 320
2°) Adriane Santos Chaves (Meninas da Vila) – 93
3°) Helena Moreira da Silva (Coroas) – 09

Feminino 14 anos acima:

1°) Daniele Modesto Anjos (Garota Itapetinguense) – 149
2°) Laura Novaes dos Santos (Garota Itapetinguense) – 136
3°) Larissa Ribeiro Marçal (Meninas da Vila) – 118
4°) Helen Teles de Oliveira (Meninas da Vila) – 54

Masculino 08 a 10 anos:

1°) Guilherme Tito S. Sousa (Coroas) – 122
2°) David Levi M. Assis Silveira (Coroas) – 46
3°) Anthony Oliveira de Sena (ITC) – 32
4°) Raike Jader S. Amorim (Vila Isabel) – 31

Masculino 11 a 13 anos:

1°) Gustavo Santos Ferraz (Coroas) – 3.131
2°) Pedro Henrique Bispo (Ele Shadai) – 1.980
3°) Kauan Santos (Popular) – 1.083
4°) Dhionata Cirino (ITC) – 270