Saúde

Apesar do cancelamento da Campanha Nacional Antirrábica, Secretaria de Saúde consegue imunizar animais

The beagle dog is standing beside the vet standing holding a syring

Nesta segunda-feira, 09, através de ofício, a Base Regional de Saúde informou à Secretária de Itapetinga sobre o cancelamento da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica de 2019 por falta de vacina vinda do Governo Federal.

Segundo o ofício, a Diretoria de Vigilância em Saúde da Bahia solicitou ao Ministério da Saúde um quantitativo de vacinas para possibilitar o desenvolvimento de ações estratégicas em áreas prioritárias. O Governo Federal, então, disponibilizou 400 mil doses de VARC para todo o estado, que deverão ser distribuídas de acordo a critérios epidemiológicos. São eles:

1. Municípios com casos positivos da doença em cães, gatos e humanos nos últimos dois anos, desde 2017. Para estes casos, foram contemplados os municípios de Lauro de Freitas, Feira de Santana, Catu e Paramirim;

2. Municípios com população estimada em mais de 100 mil cães e gatos, como Salvador;

3. Municípios que fazem divisa com os Estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo e Piauí, visando a formação de Cinturão Vacinal.

Como Itapetinga não se enquadra em nenhum dos casos, a orientação é que se mantenha a vacina de rotina de acordo com o quantitativo que será disponibilizado pelo Estado.

O coordenador de Vigilância Epidemiológica de Itapetinga, Orlando Nunes, afirma que, apesar do cancelamento da campanha, os itapetinguenses não têm com o que se preocupar. “Nós realizamos, entre os dias 12 e 26 de Agosto, uma estratégia de Vacinação Antirrábica animal por bairros. Essa ação tinha como objetivo principal, vacinar os animais que não tiveram a oportunidade de se imunizar na última campanha (2018) e os que nasceram há pouco tempo. Aproveitamos um quantitativo de doses da vacina que tínhamos disponível em estoque para facilitar a administração delas em animais que ficam distantes do Guilherme Dias – local onde mantemos a administração de VARC. Agora, vamos aguardar a liberação da Antirrábica pelo estado para darmos seguimento à vacinação”, informou, Orlando.

Planejamento e organização vêm permitindo que a Secretaria de Saúde antecipe soluções e atenda de forma mais ampla, toda a população.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support