Desenvolvimento Social

Agosto Lilás e o necessário combate à violência contra a mulher

Por marcar o aniversário da Lei Maria da Penha, agosto foi o mês escolhido para a campanha que visa a reforçar a autoestima como arma de combate feminino à violência.

No dia 07 de agosto, a Lei Maria da Penha, de 2006, fez aniversário e o tema da violência contra a mulher parece nunca ter sido tão atual. Isolada dentro de casa e, na maioria das vezes, tendo de conviver com o agressor, um número crescente de brasileiras está sendo vítima de abuso doméstico na quarentena.

Em abril, quando o isolamento social imposto pela pandemia já durava mais de um mês, a quantidade de denúncias de violência contra a mulher cresceu quase 40% em relação ao mesmo mês de 2019.

Apesar do maior volume de denúncias, o aumento da violência doméstica escapa das estatísticas dos órgãos de segurança pública. Isolada do convívio social, a vítima fica refém do agressor e impedida de fazer um boletim de ocorrência na delegacia.

Em Itapetinga, no Centro de referência à Mulher, a prefeitura oferece atendimento social, psicológico e jurídico.

Auxilie você também no combate à violência. Denuncie, disque 100, 180 ou 190.