Desenvolvimento Econômico

A recuperação das estradas vicinais fomenta a economia do município

O Município de Itapetinga, referência no cenário nacional como capital da pecuária baiana, faz girar em média R$ 600.000,00 mensais com a criação de gado de corte e leiteiro e a agricultura. Vale salientar que além dos salários dos funcionários, grande parte da renda gerada pelo agronegócio, no município, fomentam, também, as atividades das indústrias, serviços e comércios locais, principais registros do PIB de Itapetinga.

Visto a importância para a economia regional, o Prefeito Rodrigo Hagge, por meio da Secretaria Municipal de Transporte vem recuperando as estradas vicinais, que dão escoamento para todas as produções rurais. De acordo com produtores da região, só de leite são 225 mil litros todos os meses, provenientes das propriedades do município.

Até agora já foram recuperadas mais de 50% das estradas, para se chegar ao total ainda este ano o secretário municipal de Transporte, Luciano Santos Almeida, disse que o empenho é diário. “Nós conhecemos todas as limitações, inclusive o clima chuvoso, mas não estamos medindo esforços para a conclusão deste trabalho, pois é um compromisso com a geração de renda em nosso município”, disse Luciano.

Ainda segundo o secretário, fortes chuvas comprometeram o roteiro programado, mas os serviços não pararam. Diversas regiões foram beneficiadas como, Rio Pardo, Duas Barras, estrada da Areada e Balsa de Hermórgenes, entre outras.

Para o Prefeito Rodrigo Hagge, o agronegócio tem grande participação na história econômica de Itapetinga, por isso, a Prefeitura se esforça pelo desenvolvimento do setor. “A produção rural de nossa região, além de nos colocar no cenário nacional, todos os anos, como importante referência, significa fonte de renda para muitas famílias”, disse o Prefeito.

A recuperação das estradas vicinais proporciona também, melhores condições de trafegabilidade para os ônibus do transporte escolar, da rede municipal, que transitam no trecho zona rural/urbana diariamente.